Descubra como o Inbound Marketing pode atuar como o professor Xavier dos seus novos clientes

Compartilhe esse conteúdo!

Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Ouça nossa playlist enquanto lê nosso conteúdo! 🎧

É inegável que muitos empreendedores responderiam “telepatia” se questionados sobre o tipo de poder que gostariam de ter para se relacionarem com os consumidores. Bem no estilo professor Xavier, para descobrir os objetivos e as dificuldades que essas pessoas enfrentam, para solucioná-las prontamente.

Acontece que não é necessário modificar nenhum gene para obter esse diferencial competitivo, sabia? O inbound marketing (ou marketing de atração) faz uso estratégico dos hábitos de navegação on-line para que você atue, exatamente, como o líder do X-Men antecipando demandas e necessidades.

Quer ver como isso é possível? Siga com esta leitura, e descubra como o inbound marketing pode dar à sua marca o poder telepático de entender, definitivamente, os seus consumidores e clientes em potencial!

Disponível em: wallpaperbetter

O que é o inbound marketing?

Diferentemente do professor Xavier, cuja primeira aparição nas HQs se deu em 1963, o inbound marketing é uma estratégia mais recente. Seu conceito data de 2006, o que permitiu um avanço no uso do marketing digital para a atração, fidelização e o relacionamento com os clientes e prospectos das empresas.

Não à toa, o termo é também conhecido como marketing de atração: uma espécie de conexão (não telepática, ainda, infelizmente) que permite a aproximação natural, do público-alvo das empresas.

Como isso funciona?

Por meio da transformação digital, ocorrida na virada do último século, as empresas compreenderam que o consumidor também havia mudado. Afinal, a internet se tornou a grande fonte de informação dele.

Como consequência disso, ele não dependia mais, exclusivamente, dos argumentos da sua equipe de vendas. Era preciso conhecê-lo para, então, antecipar novas demandas, gerar insights e criar personalizações únicas nos meios de abordar, interagir e negociar com o cliente em potencial.

É aí que entra a pseudo-telepatia promovida pelo inbound marketing. Conhecendo o seu consumidor e por meio do mapeamento de toda a sua jornada de compra, até parece que você está adivinhando os seus pensamentos em todas as etapas dessa jornada.

Para tanto, as suas estratégias de marketing de atração vão se concentrar em 4 etapas:

  1. atração, quando o público ainda desconhece o problema que tem. Assim, com a elaboração de conteúdos que atendam à demanda do usuário que se encontra nessa etapa, você atrai clientes em potencial;
  2. conversão, que oferece os meios para o usuário entender o problema e ter, em mãos, as informações necessárias para tomar novas decisões;
  3. fechamento, que consiste no uso estratégico dos hábitos de consumo do seu consumidor para que o vendedor use argumentos infalíveis;
  4. encantamento, que é a etapa de iniciação de um novo ciclo. Por exemplo: quando o vendedor aborda o cliente no momento exato em que ele necessita, uma vez mais, dos seus serviços ou produtos.

Assim, ao ter as melhores ações planejadas para suprir a demanda do seu consumidor (afinal, cada um pode estar em uma etapa diferente das acima citadas), você será um verdadeiro telepata do seu ramo de atuação.

Disponível em: wallpaperbetter

Quais são os benefícios em usar o marketing de atração?

Como vimos, o inbound marketing dá a impressão de que os seus vendedores leram as mentes dos clientes em potencial, antecipando as suas necessidades e urgências — até mesmo, as imprevistas.

Dessa maneiram os benefícios em aplicar o método se acumulam na sua rotina. Abaixo, os principais:

  • • melhora o relacionamento com o consumidor;
  • • reduz os custos de aquisição de novos clientes;
  • • personaliza as suas estratégias e soluções de acordo com o perfil do seu público.

Mas, afinal de contas, como você pode exercitar esse poder telepático promovido pelo inbound marketing? Não é preciso ler mentes para entender que falaremos disso no tópico seguinte, não é mesmo?

Disponível em: doctormax.

Como fazer uso do inbound marketing?

Nada de uma lâmina de barbear para criar um visual igual ao do professor Xavier. As boas práticas de inbound marketing são as seguintes:

  • • use o blog de sua empresa para responder às questões mais praticadas pelo seu consumidor. Assim, tais conteúdos se traduzem em soluções, para o usuário, que vai recorrer à sua marca quando surgirem novas dúvidas, com o tempo;
  • • use a newsletter e o e-mail marketing para fortalecer o elo com o consumidor e oferecer, em sua caixa de entrada, novos conteúdos e abordagens exclusivas e promocionais para auxiliar na tomada de decisão;
  • • elabore materiais ricos, como seminários on-line e e-books, para que o usuário compartilhe os seus dados de contato e permita a abordagem gradual dos seus colaboradores.

Com isso, não estranhe se a concorrência chamar a você e os seus profissionais de mutantes. Esse é um elogio e tanto, e que deve servir de inspiração para você se diferenciar no mercado e enriquecer continuamente o seu relacionamento com os clientes.

Agora que você já sabe os diferenciais do inbound marketing, aproveite para conferir também nosso artigo que explica, em motivos detalhados, os motivos pelos quais você deveria dar mais atenção ao blog da sua empresa, clique no botão abaixo!

Fonte das imagens:

https://www.wallpaperbetter.com
https://www.doctormax.com.br/

Marcelo Pirani

Marcelo Pirani

Deixe seu comentário!

Inscreva-se em nossa Newsletter!